Tratamento do câncer diferenciado da tireoide com iodo 131

O radioiodo tem papel relevante no câncer da tireóide, através da ablação actínica dos restos cervicais ( é como se fizéssemos uma limpeza ou destruição dos restos que ficam após a cirurgia), além disso é usado também para tratar as metástases à distância.

Publicado por Grupo Biocentro
em

Tratamento do câncer diferenciado da tireoide com iodo 131

O radioiodo tem papel relevante no câncer da tireóide, através da ablação actínica dos restos cervicais  ( é como se fizéssemos uma limpeza ou destruição dos restos que ficam após a cirurgia), além disso é usado também para tratar as metástases  à distância.

O câncer diferenciado  da tireoide, papilífero ou folicular  é susceptível de tratamento com radioiodo, obtendo-se os melhores  resultados após as cirurgias. 

O tratamento é feito após um preparo prévio de dieta pobre em iodo, e elevação dos níveis de TSH sanguíneo, o paciente deve ser isolado em instalações especiais, segundo especificações determinadas pela CNEN- Comissão Nacional de Energia Nuclear, devendo serem monitorados os níveis de radiação. Quando da alta  do paciente, os níveis de radiação medidos devem ter atingido os permitidos para liberação.

Não existem efeitos colaterais do tipo queda de cabelo ou grande mal estar, não é permitido acompanhante porque o paciente está internado para eliminar a radiação, e será liberado assim que os níveis de radiação no corpo atingirem os permitidos e regulamentados pela CNEN.

A paciente não pode estar grávida e não deve engravidar no transcorrer do próximo ano. Os efeitos do tipo leve mal estar gástrico e secura na boca serão combatidos com medidas preventivas adotadas e não serão de grande importância.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Tratamento do câncer diferenciado da tireoide com iodo 131

Enviando Comentário Fechar :/