Quando procurar ajuda médica por dor de cabeça?

Estudos realizados no Brasil mostram que mais de 35% da população adulta sofre com dores de cabeça crônicas (isto é, com duração de meses ou anos). É muito comum que os indivíduos automediquem-se com analgésicos, anti-inflamatórios e outros medicamentos vendidos livremente nas farmácias. Mas, o que muitos não sabem é que o uso rotineiro destes pode ser a causa da dor de cabeça – sendo chamada de cefaleia medicamentosa.

Publicado por Grupo Biocentro
em

Quando procurar ajuda médica por dor de cabeça?

Estudos realizados no Brasil mostram que mais de 35% da população adulta sofre com dores de cabeça crônicas (isto é, com duração de meses ou anos).

É muito comum que os indivíduos automediquem-se com analgésicos, anti-inflamatórios e outros medicamentos vendidos livremente nas farmácias. Mas, o que muitos não sabem é que o uso rotineiro destes pode ser a causa da dor de cabeça – sendo chamada de cefaleia medicamentosa.

Portanto, é essencial buscar um médico, no intuito de identificar a causa desta cefaleia e tratá-la da melhor forma possível. A seguir, conheça alguns sinais que devem servir de alerta para quem sofre deste mal!

Cefaleia de longa duração

Como já lhe dissemos, uma dor de cabeça que tem duração de meses costuma atrapalhar no dia a dia do indivíduo, e inclusive, limitar as suas atividades – como estudo, trabalho e outros.

Muitas vezes, a causa da dor está relacionada à problemas vasculares, estresse emocional ou mesmo trata-se de uma enxaqueca.

Sendo assim, é interessante buscar um médico para prevenir os episódios, o que geralmente é feito através de medicações especificas e mudança de hábitos de vida.

Dor diferente do usual

Se você sempre tem dor de cabeça, mas notou que houve uma mudança do padrão e da intensidade desta dor, é muito importante que um serviço de saúde seja buscado imediatamente.

Portanto, esteja atento a:

  • Mudança do local da dor;
  • Alteração do tipo de dor (por exemplo, antes era pulsátil e agora passa a ser lancinante);
  • Aumento da intensidade;

Isso porque existem algumas emergências neurológicas que cursam com dor de cabeça, e, portanto, é essencial que haja a investigação correta.

Dor desencadeada pelo exercício

A cefaleia que ocorre após uma atividade física intensa ou outros esforços (como por exemplo, para evacuar), deve ser motivo para uma consulta imediata ao médico.

Presença de outros sintomas

As dores de cabeça podem vir acompanhadas de outros sintomas, e muitas vezes, estes são preocupantes. Pode-se citar:

  • Perda de consciência;
  • Sonolência;
  • Dificuldades para enxergar;
  • Perda de sensibilidade ou de movimento em alguma região do corpo;
  • Perda de movimento dos músculos da face;

Quando estas queixas estiverem presentes, é preciso buscar um serviço de emergência, pois podem corresponder a eventos graves e que devem ser tratados imediatamente.

Esteja sempre atento a qualquer sintoma, e não deixe que a dor de cabeça atrapalhe os seus dias. Para solucionar o problema, busque um médico de sua confiança!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Quando procurar ajuda médica por dor de cabeça?

Enviando Comentário Fechar :/