Quando o paracetamol precisa ser evitado?

O paracetamol é um composto farmacológico presente em muitos medicamentos. Em geral, ele tem ação sobre a dor e a febre, e por este motivo, costuma ser utilizado para vários fins – como dores de cabeça, dores musculares, etc. Como é um remédio de venda livre, que não necessita de receita médica para que seja comprado, é muito frequente que ocorra a automedicação com o paracetamol. Mas, deve-se ter em mente que todo remédio é uma droga, e o que diferencia o benefício do malefício é a dose com que é utilizado. A seguir, conheça situações que envolvem o cuidado com o uso do paracetamol, e alguns riscos implicados no uso desta medicação!

Publicado por Grupo Biocentro
em

Quando o paracetamol precisa ser evitado?

Pacientes com doença no fígado

Todos os medicamentos, quando ingeridos, precisam ser “processados” pelo corpo para que possam ter seu efeito. O fígado é um dos órgãos responsáveis pelo processamento, inclusive deste analgésico.

Com isso, indivíduos que possuem alguma doença que acomete o órgão (como hepatites e cirrose), poderão ter seus quadros agravados ao ingerirem o paracetamol.

Portanto, antes de utilizar esta ou qualquer outra droga, estes pacientes precisam consultar seus médicos.

Indivíduos com alergia

Se você tomou o paracetamol em algum momento da sua vida e desenvolveu alergia, em hipótese alguma o utilize novamente!

Além disso, é muito importante avisar o seu médico sobre a alergia ao paracetamol, pois assim, o profissional poderá substituí-lo por um medicamento diferente.

Uso de anticoagulantes

Se você faz uso de varfarina ou outro medicamento anticoagulante, é melhor evitar o paracetamol. Isso porque, estes dois remédios podem interagir, e com isso, aumentar o risco de sangramento.

Portanto, é essencial consultar o seu médico sobre esta possibilidade.

Consumo exagerado

O abuso de paracetamol pode levar a uma intoxicação medicamentosa, e esta terá sérias repercussões sobre a saúde. Outro dado preocupante é que os sintomas tendem a aparecer apenas de 12 a 24 horas após a ingestão, momento em que os órgãos já foram acometidos – sendo o fígado o principal.

Portanto, em casos de ingestão de muitos comprimidos, busque imediatamente um serviço de emergência médica.

Evite sempre a automedicação!

Independente do tipo de remédio, apenas o utilize quando houver indicação médica. Lembre-se que isso vale para o paracetamol e qualquer outro fármaco!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Quando o paracetamol precisa ser evitado?

Enviando Comentário Fechar :/