Quais são as doenças da tireoide?

A tireoide é uma glândula situada no pescoço, que possui diversas funções extremamente importantes para o metabolismo, através da produção e liberação de seus hormônios. Basicamente, ela pode apresentar dois tipos de alterações: • O excesso de seu funcionamento, com aumento da produção de hormônios: o hipertireoidismo. • A diminuição de seu funcionamento, com redução na produção e ação dos hormônios: o hipotireoidismo. A seguir, saiba quais são os sintomas de cada uma destas condições, quais os exames pedidos pelo médico e o tratamento disponível.

Publicado por Grupo Biocentro
em

Quais são as doenças da tireoide?

Hipertireoidismo: o excesso de função

Como você já sabe, esta é uma situação em que a tireoide está com funcionamento superior ao normal. Isso ocorre tanto por doenças autoimunes que acometem a glândula, como também por conta de nódulos (em sua grande maioria, benignos).

Quando se fala em doença de Graves (a forma autoimune), existem alguns anticorpos que estão envolvidos, e podem ser detectados nos exames de laboratório. Neste caso, o paciente terá alguns sintomas específicos:

·        A exoftalmia, uma condição clínica em que o olho fica “saltado”.

·        A presença de inchaço e/ou descamação nas pernas.

Já as demais alterações decorrentes do hipertireoidismo são aumento dos batimentos cardíacos, intolerância ao calor, sudorese, falta de ar, perda de apetite, emagrecimento, insônia e outros.

O diagnóstico é feito a partir dos sintomas que o paciente traz, bem como com exames laboratoriais. Em alguns casos, o médico pode solicitar um exame de imagem (a cintilografia) para avaliar o funcionamento do órgão.

O tratamento é feito com alguns medicamentos, que tendem a apresentar bons resultados.

Hipotireoidismo: a falta dos hormônios

Como é de se esperar, este é um quadro inverso ao do hipertireoidismo, visto que a tireoide passa a funcionar menos que o esperado, e consequentemente, produz menor quantidade de seus hormônios.

Dentre as causas, estão:

·        Doenças autoimunes: assim como no hiperfuncionamento, aqui os anticorpos também estão presentes. Desta vez, chama-se de tireoidite de Hashimoto.

·        Ausência de iodo: trata-se de um composto essencial para a produção dos hormônios tireoideanos, e por esse motivo, o iodo foi acrescentado ao sal de cozinha (para prevenir a doença).

·        Radioterapias e cirurgias na região do pescoço.

·        Histórico familiar.

Nestes casos, as queixas que levam o paciente a buscar o médico são opostas às do hipertireoidismo. Pode-se falar em: sonolência excessiva, dificuldade de concentração, aumento do apetite e ganho de peso, diminuição da libido (desejo sexual), dores musculares, e outros.

Novamente, o diagnóstico é feito com alguns exames, e o tratamento dá-se com a levotiroxina – um medicamento que você provavelmente já ouviu falar.

Portanto, na presença de quaisquer sintomas, busque imediatamente um médico de sua confiança!

 

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Quais são as doenças da tireoide?

Enviando Comentário Fechar :/