Pomadas são mesmo inofensivas? Descubra a seguir!

Na maioria dos lares, existe algum tipo de creme ou pomada, que foi utilizado para uma doença específica e restou algum medicamento na embalagem. Por vezes, ao notar alguma mancha ou lesão na pele, estes medicamentos tendem a ser reutilizados, mesmo que não haja indicação médica. Muitos não sabem, mas esta prática é extremamente perigosa, visto que as pomadas podem ter diferentes formulações, e com isso, trazem potenciais danos à saúde.

Publicado por Grupo Biocentro
em

Pomadas são mesmo inofensivas? Descubra a seguir!

As pomadas funcionam?

Os medicamentos tópicos (isto é, que são aplicáveis) são absorvidos pela pele, e com isso, podem ter ação local ou cair na corrente sanguínea – quando este mecanismo ocorre, o composto absorvido será espalhado para todo o corpo.

Sendo assim, pode-se dizer que as pomadas funcionam de maneira muito semelhante aos comprimidos, xaropes, injeções e diversos outros “veículos” farmacológicos.

Da mesma forma, quando o uso for abusivo, pode-se ter intoxicação medicamentosa. Portanto, precisam ser usadas com o mesmo cuidado de qualquer outro medicamento.

As pomadas são todas iguais?

Não! Existem milhares de pomadas diferentes, produzidas pela indústria farmacêutica, com o objetivo de tratar doenças específicas: alergias, micoses, dermatites, alívio da coceira, e muito mais.

Por exemplo, uma pomada utilizada para o tratamento de micoses, terá um antifúngico em sua composição. Ela será muito diferente de uma pomada para alergia, que terá corticoide em sua fórmula.

Além disso, a concentração dos compostos medicamentosos varia de pomada para pomada. Quando o quadro for mais grave, ele merece uma maior concentração. Ainda, crianças e adultos deverão utilizar medicamentos diferentes, visto que cada pele está em um estágio diferente de desenvolvimento.

Sendo assim, cada paciente deve ser individualizado, e cabe ao médico orientar cada caso conforme o medicamento que deve ser utilizado.

O perigo das pomadas para as crianças!

Existem diversas pomadas que podem ser utilizadas nas crianças, desde que isso seja realizado após recomendação médica.

Porém, o que frequentemente acontece são pais e responsáveis utilizando pomadas e cremes que já existiam no lar, para tratar quadros de pele e infecções superficiais.

Tal conduta é totalmente errada, e pode trazer sérios prejuízos à saúde dos pequenos.

Como exemplo, pode-se falar das pomadas de corticoides. Estas são feitas com doses altas do composto, e quando aplicadas sobre o bebê, são absorvidas em grandes quantidades.

Da mesma forma que a ingestão excessiva de comprimidos, as pomadas podem ter o efeito tóxico sobre o corpo, podendo inclusive, levar a morte.

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Pomadas são mesmo inofensivas? Descubra a seguir!

Enviando Comentário Fechar :/