Tireoide: tudo que você precisa saber!

Os cuidados com a Tireoide, que é uma importante glândula do nosso organismo, acabam sendo deixados de lado, na maioria das vezes. A falta de conhecimento das pessoas a respeito da tireoide acaba impedindo o diagnóstico precoce e levam ao agravamento das alterações.

Publicado por Grupo Biocentro
em

Tireoide: tudo que você precisa saber!

Os cuidados com a Tireoide, que é uma importante glândula do nosso organismo, acabam sendo deixados de lado, na maioria das vezes.

A falta de conhecimento das pessoas a respeito da tireoide acaba impedindo o diagnóstico precoce e levam ao agravamento das alterações.

Mas afinal, o que é a tireoide? Quais são suas funções? Isso e muito mais, você confere abaixo!

O que é a tireoide?

A tireoide é uma glândula que está localizada no pescoço, abaixo do Pomo de Adão e que tem um formato parecido com uma borboleta. Seu nome é uma associação ao escudo, uma vez que sua forma também lembra o objeto — thyreós – escudo e oiés – forma de.

Os hormônios produzidos por ela são responsáveis por regular os processos metabólicos de todo o corpo, contribuindo para o bom funcionamento dos rins, cérebro, fígado, coração e outros. É responsável por produzir o T3 (triiodotironina) e o T4 (tiroxina).

A tireoide contribui ainda para o crescimento e desenvolvimento de crianças e adolescentes, sendo realizado o Teste do Pezinho entre o terceiro e quinto dia de vida do bebê com o intuito de identificar algum problema associado à produção dos hormônios.

Quais são os principais distúrbios da glândula?

As alterações da glândula podem causar diversos sintomas, mas que passam despercebidos pela maioria das pessoas. Seus distúrbios podem se agravar se não for feito um tratamento correto.

O hipotireoidismo é um desses distúrbios, que se caracteriza pela baixa produção desses hormônios. Está associado a lentidão das funções do organismo e pode provocar sonolência, indisposição, intestino preso, ganho de peso e dificuldade em emagrecer.

Já o hipertireoidismo se configura pelo excesso na produção dos hormônios, tendo como principais sintomas a taquicardia, irritabilidade, perda de peso, ansiedade, pensamento acelerado, tremores e aumento de apetite.

Como diagnosticar?

O diagnóstico é realizado através da junção do histórico de sintomas, com o exame físico e exames laboratoriais (TSH, T3 e T4 livre).

Em casos de suspeita de hipo, o paciente deverá realizar ainda o exame de anti TPO, enquanto no caso de hiper, o exame TRAB.

Existe ainda um inchaço na região do pescoço, que se chama bócio. Quando isso ocorre, significa que existe uma alteração na tireoide e que é necessário procurar um médico.

Uma curiosidade a respeito do bócio: o sal no Brasil é obrigatoriamente iodado para evitar a incidência do bócio, devido ao fato dos hormônios da tireoide necessitarem de iodo para serem produzidos.

Como tratar os problemas de tireoide?

O tratamento inclui o uso de remédios para regular as funções da tireoide ou até mesmo a retirada da glândula através de uma cirurgia. Neste caso, será necessário realizar uma terapia de reposição hormonal para o resto da vida.

De acordo com o diagnóstico, o tratamento pode incluir, além do uso de remédios e cirurgia, apenas o acompanhamento clínico (quando a alteração não é considerável a ponto de utilizar remédios) ou a iodoterapia (uso terapêutico do iodo 131).

É estimado que 60% da população brasileira tenha, em algum momento da vida, algum nódulo na tireoide. Isso não significa que são malignos, pois somente em 5% dos casos esses nódulos apresentam nocividade à saúde.

Viu como é importante cuidar constantemente do seu corpo? Para saber mais a respeito dos cuidados com a sua saúde e ficar por dentro do melhor conteúdo, assine nossa newsletter agora mesmo!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Tireoide: tudo que você precisa saber!

Enviando Comentário Fechar :/