Manchas de nascença: o que fazer?

Ao nascimento, algumas crianças podem apresentar manchas na pele, as quais tendem a preocupar as mães e familiares. Este é um motivo muito frequente de consulta ao pediatra e/ou dermatologista, sendo necessária a avaliação do profissional para que seja feito o diagnóstico. Algumas condições tendem a evoluir espontaneamente com o crescimento, enquanto outras precisarão de um tratamento específico. A seguir, conheça as principais manchas de nascença e como ocorre a evolução de cada uma!

Publicado por Grupo Biocentro
em

Manchas de nascença: o que fazer?

Mancha mongólica

Embora o nome pareça “estranho” e preocupe no momento do diagnóstico, esta é uma condição totalmente benigna, que acomete 1 a cada 10 recém-nascidos. A mancha tem coloração arroxeada, e aparece sobre as nádegas do bebê.

Ela tende a desaparecer com 1 ou 2 anos de idade, sem que nenhum tratamento seja feito. Portanto, as mamães podem ficar tranquilas se este for o diagnóstico!

Hemangioma

O hemangioma é um tumor benigno que pode aparecer em qualquer lugar do corpo, e resulta de uma má formação de vasos sanguíneos – motivo pelo qual apresenta cor vermelha.

Ele tende a crescer e adquirir um aspecto de alto relevo, o que traz preocupações principalmente estéticas. Quando em face, os pais costumam estar aflitos com o impacto social que o hemangioma poderá trazer a seus filhos.

Cada caso deve ser avaliado de forma isolada, considerando o tamanho, local de acometimento, idade da criança, e outros. Existem diversas opções de tratamento, que poderão ser escolhidas após discussão entre médico e pais.

Embora a cirurgia ainda seja uma opção para determinados pacientes, existem medicamentos com potencial de diminuir a lesão. Além disso, em alguns casos, pode-se esperar que o hemangioma diminua e desapareça sozinho.

Mancha Salmão

Algumas crianças nascem com uma pequena mancha, levemente avermelhada, principalmente na face. Em um primeiro momento, as mães podem pensar que ela seja decorrente do parto ou mesmo dos cuidados recebidos na maternidade.

É preciso ter em mente que a mancha salmão já nasce com a criança, e é mais frequente em bebês brancos. Ela tende a desaparecer até os 2 anos de idade, e quase nunca precisa de tratamento.

Mancha em Vinho do Porto

Esta mancha, como o nome sugere, terá uma coloração mais roxa, e tende a crescer com o passar dos dias. Um dermatologista pode ser consultado para melhor avaliação.

Na maioria dos casos, pode ser necessário algum tipo de tratamento – principalmente quando acomete face ou outras regiões expostas.

Já existem terapias revolucionárias com laser, que trazem excelentes resultados estéticos sem deixar nenhuma sequela.

Para maiores informações sobre o assunto, consulte um médico de sua confiança!

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Manchas de nascença: o que fazer?

Enviando Comentário Fechar :/