Fique atento para a sífilis

Embora as doenças sexualmente transmissíveis ainda sejam pouco faladas em nosso meio, é preciso abrir os olhos para esta realidade. Recentemente, notou-se um drástico aumento de todas estas doenças, e principalmente, da sífilis. O que mais tem preocupado os médicos e demais profissionais da saúde, é o fato de os pacientes não buscarem ajuda médica

Publicado por Grupo Biocentro
em

Fique atento para a sífilis

Embora as doenças sexualmente transmissíveis ainda sejam pouco faladas em nosso meio, é preciso abrir os olhos para esta realidade.

Recentemente, notou-se um drástico aumento de todas estas doenças, e principalmente, da sífilis. O que mais tem preocupado os médicos e demais profissionais da saúde, é o fato de os pacientes não buscarem ajuda médica ao perceberem sintomas.

A seguir, saiba mais informações sobre a doença e como prevenir-se!

O que é a sífilis?

Assim como já lhe dissemos, trata-se de uma doença transmitida por via sexual. Além disso, ela pode ser transmitida no momento do parto da mãe para o filho (em casos de parto vaginal/”normal”).

Trata-se de uma bactéria, que pode ser facilmente tratada através da administração de antibióticos.

Quais os sintomas?

Os sintomas tendem a surgir alguns dias após a relação sexual. A mulher irá notar uma lesão na vagina ou na região dos lábios vaginais, chamada de cancro, que não causa dores. O homem notará a mesma lesão no pênis.

É muito comum que esta ferida desapareça depois de alguns dias, e este é o fator mais preocupante! Ainda que o sintoma inicial não esteja mais presente, a bactéria continua no organismo e futuramente, trará consequências mais graves.

A segunda fase da sífilis costuma cursar com pequenas manchas, que aparecem principalmente na palma das mãos. Elas tendem a surgir alguns meses depois do primeiro sintoma.

Muito comumente, este quadro também regride, e a doença entra em um estágio de latência, quando a bactéria está presente, mas sem manifestar sintomas.

Alguns anos depois, surge a sífilis terciária, que sem dúvidas, é o quadro mais preocupante. Depois de proliferar-se por todo o organismo, a bactéria atinge o sistema nervoso central (cérebro), causando uma série de danos e complicações – que podem ser irreversíveis.

Portanto, o essencial é que a doença seja tratada quando surgir o primeiro sintoma!

Existe cura?

Quando a sífilis está em seu primeiro e segundo estágio, é totalmente possível tratá-la e impedir uma série de danos e complicações.

O tratamento da sífilis primária é feita com uma dose única de penicilina, um antibiótico injetável. Já a secundária necessita de duas doses do medicamento.

Quando os pacientes não tratam, e chegam ao acometimento neurológico, torna-se necessário o internamento, e o tratamento é feito diariamente por tempo variável.

Como se prevenir?

A sífilis e as demais doenças sexualmente transmissíveis só podem ser prevenidas através do uso de preservativo – feminino ou masculino.

Portanto, proteja-se, e caso note qualquer sintoma, busque um médico de sua confiança para tratar imediatamente!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Fique atento para a sífilis

Enviando Comentário Fechar :/