Entenda a importância do raio X no diagnóstico médico

O raio X (também conhecido como radiografia) é um exame de imagem bastante utilizado para diagnóstico de doenças. Foi descoberto pelo professor e físico alemão Wilhelm Röntgen em 1895, sendo de enorme a importância para a medicina moderna.

Publicado por Grupo Biocentro
em

Entenda a importância do raio X no diagnóstico médico

O raio X (também conhecido como radiografia) é um exame de imagem bastante utilizado para diagnóstico de doenças. Foi descoberto pelo professor e físico alemão Wilhelm Röntgen em 1895, sendo de enorme a importância para a medicina moderna.

Os exames de raio X são importantes ​​para diferentes fins. Por exemplo, seu médico pode pedir uma mamografia para examinar seus seios. Se ele solicitar o exame com um enema de bário (tipo de contraste), vai visualizar seu trato gastrointestinal.

Você sabe qual a importância do raio X e como se preparar para o exame? Conhece os riscos envolvidos? Continue a leitura e saiba tudo a seguir! 

Quando devo fazer uma radiografia?
Seu médico pode solicitar um raio X por diversos motivos, por exemplo:

examinar uma área onde você está sentindo dor ou desconforto;
monitorar a progressão de uma doença diagnosticada, como osteoporose;
verificar se o tratamento prescrito está funcionando bem.
Existem diversas indicações para a realização de um raio X, desde a visualização de uma fratura causada por queda até um quadro de tosse e febre que pode ser causado por pneumonia.

O importante é procurar um médico na presença de qualquer sintoma diferente, para que ele solicite o exame quando achar necessário e interprete seu resultado corretamente.

Como devo me preparar para um raio X?
Na maioria dos casos, você não precisa realizar medidas especiais para fazer uma radiografia. Dependendo da área que o médico e o radiologista estão examinando, você pode usar roupas soltas e confortáveis, geralmente fornecidas pelo próprio local do exame.

O ideal é remover joias ou outros itens metálicos do seu corpo antes que o raio X seja retirado, para que não interfiram na imagem.

Informe sempre seu médico ou radiologista se você possui implantes metálicos de cirurgias anteriores. Eles podem bloquear a passagem dos raios X pelo seu corpo e criar uma imagem clara.

Em alguns casos, talvez seja necessário fazer uso de contraste antes do exame. Essa substância vai ajudar a melhorar a qualidade das imagens de locais mais difíceis de examinar, como o trato gastrintestinal e os vasos sanguíneos. Pode conter iodo ou compostos de bário.

Seu médico poderá ainda solicitar jejum, dependendo da área a ser examinada e do objetivo da radiografia. Em alguns casos, também será necessário usar certos medicamentos para fazer uma preparação intestinal.

Quais são os riscos de um raio X?
Os raios X emanam pequenas quantidades de radiação para criar imagens do seu corpo, que atravessam os tecidos até atingir a placa que forma a imagem. O nível de exposição é considerado seguro para a maioria dos adultos.

Mulheres grávidas precisam informar o médico antes de realizar o exame. Ele pode sugerir um método de imagem que não utilize radiação ionizante, como uma ressonância magnética ou ultrassonografia.

Se você fizer uso de contrates antes do raio X, alguns efeitos colaterais aos elementos presentes podem surgir durante ou após a ingestão. Eles incluem:

urticária,
prurido (coceira);
náuseas;
tontura;
gosto metálico na boca.
Em situações muito raras, o contraste pode causar uma reação alérgica grave, como choque anafilático. Nesses casos, é fundamental procurar atendimento médico com urgência. 

Esperamos que você tenha compreendido a importância do raio X para a medicina, as indicações desse exame e quais os riscos que ele envolve. 

Gostou deste conteúdo? Entre em contato com o Grupo Biocentro para saber mais sobre o exame!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Entenda a importância do raio X no diagnóstico médico

Enviando Comentário Fechar :/