Entenda a importância do pré-natal para a saúde do bebê

Ser mãe é um momento único na vida das mulheres, e traz consigo uma série de responsabilidades e novas alegrias. Enquanto está dentro do útero à mãe deve prezar pela sua saúde e pela do bebê para que ele evolua bem até o momento do nascimento.

Publicado por Grupo Biocentro
em

Entenda a importância do pré-natal para a saúde do bebê

Ser mãe é um momento único na vida das mulheres, e traz consigo uma série de responsabilidades e novas alegrias. Enquanto está dentro do útero à mãe deve prezar pela sua saúde e pela do bebê para que ele evolua bem até o momento do nascimento.

Foi pensando na saúde da mãe e de bebê que foi criado o sistema de pré-natal. Ele auxilia na avaliação durante o período da gravidez e promove um nascimento tranquilo. Neste texto, vamos falar um pouco sobre a importância do pré-natal. Quer saber mais sobre o assunto? Então acompanhe com a gente!

Qual é o objetivo do pré-natal?
O pré-natal é um processo que atua na prevenção e identificação de problemas que podem promover complicações sérias na saúde da mãe e do bebê. Todas as visitas que você fizer ao médico nesse período são essenciais para monitorar diversas situações, dentre elas podemos destacar:

o tamanho e a taxa de crescimento da barriga; 
alterações nos valores de pressão da gestante;
movimentação do bebê e seus batimentos cardíacos;
anormalidade de crescimento do feto, e vários outros. 
Com esse acompanhamento feito de perto, a gestante tem mais informações e segurança sobre tudo que está ocorrendo com seu corpo e com a saúde do seu bebê. Além disso, se algum problema for identificado o pré-natal propicia que seja realizada intervenção precoce evitando complicações. 

Como é realizado e quando devo iniciar o pré-natal?
O ideal é que a mulher inicie o acompanhamento médico antes mesmo de engravidar. Iniciando o pré-natal imediatamente a descoberta da gravidez, no início do primeiro trimestre. 

Como a maioria das mulheres tem um período de gestação equivalente há 40 semanas, as consultas inicialmente serão planejadas para acompanhar esse período. No início com menos visitas ao médico, que vão se tornando mais frequentes com o passar do tempo. 

Primeiro elas serão mensais, depois assumirão intervalos menores. Isso vai depender do andamento da gestação de cada mulher. Na maioria das vezes ao chegar a 32ª semana a mulher passa a se consultar a cada 15 dias, e se a mulher chegar as 40 semanas sem o nascimento do bebê elas passam a ser semanais. 

Quais exames são realizados no pré-natal?
Geralmente nas primeiras visitas ao obstetra à mulher passa por uma bateria de exames, neles podem ser identificadas várias doenças, inclusive infecciosas. Normalmente são realizados os seguintes exames:

hemograma completo;
glicemia de jejum e pós dextrosol; 
grupo sanguíneo;
rastreio para toxoplasmose, rubéola, sífilis e hiv; 
exames de fezes e de urina. 
Todos esses exames têm como principal objetivo, rastrear doenças crônicas e infecções, principalmente as que podem ser transmitidas de mãe para filhos ou podem provocar complicações como a hipertensão materna levando a pré-eclâmpsia. 

Também é no decorrer do pré-natal que a mãe recebe informações sobre como realizar a manutenção de uma gravidez saudável, seguindo uma boa dieta e praticando atividades físicas. 

O pré-natal é de extrema importância na garantia de segurança do seu bebê. Não deixe de procurar o médico obstetra para que uma avaliação continue do desenvolvimento seja realizada. Garanta a saúde da sua criança. 

E aí, gostou do nosso texto e aprendeu um pouco mais sobre a importância do pré-natal na saúde do bebê? Então siga nossa página nas redes sociais e fique por dentro de todos os nossos conteúdos. 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Entenda a importância do pré-natal para a saúde do bebê

Enviando Comentário Fechar :/