Endometriose: tudo que você precisa saber!

Desconfortos e dores pélvicas fazem parte da vida de muitas mulheres. Mas, você sabe que estes sintomas podem revelar uma série de doenças? A endometriose é uma delas! A seguir, conheça mais informações sobre a patologia.

Publicado por Grupo Biocentro
em

Endometriose: tudo que você precisa saber!

Desconfortos e dores pélvicas fazem parte da vida de muitas mulheres. Mas, você sabe que estes sintomas podem revelar uma série de doenças? A endometriose é uma delas! A seguir, conheça mais informações sobre a patologia.

O que é a endometriose?

A mulher é submetida mensalmente a ciclos menstruais, em que ocorre sangramento vaginal. Este, se dá por conta da descamação de uma camada uterina, chamada de endométrio, que em situações normais, está totalmente localizado no útero.

A endometriose é um distúrbio da localização deste tecido, que “escapa” do útero e se abriga nos ovários, cavidades, intestinos, bexigas, e em qualquer local da cavidade abdominal, resultando em uma série de sintomas.

Quais os fatores de risco para a doença?

Existem algumas situações que predispõe as mulheres a possuírem e/ou desenvolverem a endometriose. Conheça-as a seguir:

Anormalidades anatômicas, podendo ou não ser congênitas;
Hereditariedade;
Fatores ambientais;
Substâncias tóxicas (como dioxina).
Quais os principais sintomas da endometriose?

Os sintomas geralmente aparecem em conjunto, e é a interferência no dia a dia da mulher que a levam a buscar um médico ginecologista. As principais queixas são:

#1. Cólicas menstruais intensas

As dores antes e durante o período menstrual podem interferir nas atividades diárias, e serem resistentes às medicações tomadas para cólica.

#2. Dispareunia

A dispareunia é o termo médico dado para dores que surgem durante a relação sexual. Também é uma das reclamações das pacientes, visto que interfere em relacionamentos.

#3. Sintomas urinários

A dor ao urinar, e também a sensação de bexiga cheia o tempo todo, pode ser um indicativo de endometriose na bexiga e vias urinárias. Porém, lembre-se: o sintoma isolado pode estar relacionado a outras situações, como infecções.

Portanto, para diferenciar de outras doenças, é essencial buscar um médico, bem como realizar os exames que forem solicitados.

#4. Dor lombar

Os focos de endometriose podem se estender pela cavidade abdominal, e se manifestarem como dores nas costas, que acabam sendo confundidas com dores da coluna e musculares.

#5: Alterações intestinais

Principalmente, a constipação (ou prisão de ventre), pode estar presente na endometriose, quando os focos estiverem instaurados também no intestino.

Existe tratamento?

Sim! Existem inúmeras formas de tratar a endometriose, com o objetivo de reduzir seus sintomas, e proporcionar uma melhor qualidade de vida às mulheres portadoras da doença. Existem diversas medidas e medicações disponíveis, conheça-as a seguir!

#1. Laparoscopia

A laparoscopia é um processo cirúrgico minimamente invasivo, considerada padrão-ouro no diagnóstico de endometriose. Além disso, ele é útil para remover focos que estão causando sintomas às mulheres.

#2. Contraceptivos orais

O uso de anticoncepcionais combinados (isto é, com os dois hormônios femininos), tem como objetivo controlar a secreção hormonal sobre os focos de endometriose, e consequentemente, reduzir a dor.

#3. Medicamentos para a dor

O uso de medicações específicas para amenizar e aliviar a dor é uma excelente opção, e deve sempre contar com a prescrição médica.

Qual médico deve ser procurado?

O médico responsável pela saúde da mulher é o ginecologista, que após a solicitação de alguns exames, irá confirmar o diagnóstico de endometriose, bem como estabelecer as melhores formas de tratamento!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Endometriose: tudo que você precisa saber!

Enviando Comentário Fechar :/