Dispareunia: talvez você sofra deste mal

A dispareunia é o nome que se dá a dor durante a relação sexual. Infelizmente, milhares de mulheres sofrem com esta condição, mas por diversos motivos, acabam por não buscar ajuda médica. É preciso ter em mente que este sinal pode dizer muito sobre a sua saúde sexual, e, portanto, sempre merece investigação, visto que alguma doença pode estar presente. A seguir, saiba mais sobre esse assunto!

Publicado por Grupo Biocentro
em

Dispareunia: talvez você sofra deste mal

Quais os sintomas?

A dor durante a relação sexual é referida por muitas pacientes que buscam ajuda de um ginecologista. Ela pode ser sentida tanto na abertura da vagina, como também na pelve (dor chamada de profunda).

O tipo da dor pode ser em cólica, ardência ou latejante. Na maioria dos casos, costuma causar vergonha, tensão e uma má experiência sexual.

Quais são as causas?

Diversas são as etiologias da dor durante a relação sexual. Dentre as mais diversas condições, pode-se falar em:

1) Causas de dor superficial

Quando a dor aparece na entrada da vagina, ela pode estar atrelada a pouca lubrificação. Esta pode ser causada por tensão emocional, secura durante a amamentação ou menopausa, consequência de medicamentos, dentre outros.

Além disso, podem existir infecções na área genital ou mesmo no trato urinário, que estejam causando desconforto.

Outra situação muito comum em mulheres é o látex (presente nos preservativos), que pode causar alergia e dispareunia (isto é, a dor).

2) Causas de dor profunda

Quando a dor é sentida no baixo ventre, ela costuma estar atrelada a doenças que acometem o útero e ovários. Dentre as causas mais comuns, pode-se falar em:

·        Endometriose;

·        Cistos no ovário;

·        Infecções nas trompas uterinas ou no útero, que causem acúmulo de pus na região;

·        Consequência de tratamentos – como radioterapias e cirurgias.

Dentre outras.

O que deve ser feito?

Ao sentir dores durante a relação sexual, a mulher precisa conversar sobre o assunto abertamente com seu parceiro, para que não haja nenhuma frustração do casal.

Depois, é essencial que um médico seja buscado, no sentido de identificar a causa do problema e tratá-la.

Em algumas situações, o exame feito no consultório já é capaz de dar um diagnóstico. Ou, pode ser necessário algum exame de imagem ou de laboratório.

Para todas estas causas existe tratamento, e, portanto, a consulta médica nunca deve ser adiada. A melhor terapia será escolhida conforme o caso de paciente, buscando melhorar seu bem-estar e sua saúde sexual!

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Dispareunia: talvez você sofra deste mal

Enviando Comentário Fechar :/