Como cuidar do vitiligo?

O vitiligo é uma doença que afeta a pele, e caracteriza-se por manchas brancas ou de coloração mais clara que a pele normal. Ele tende a surgir ainda na infância, mas existem situações que o diagnóstico é feito apenas na idade adulta. Embora ainda não se conheçam as causas exatas do vitiligo, sabe-se que ele possui um fator hereditário, e também pode estar ligado com doenças autoimunes – isto é, condições em que o sistema imune ataca o próprio corpo. O vitiligo não tem cura, mas precisa ser controlado. E, para que isso seja possível, alguns cuidados são necessários. Conheça-os a seguir!

Publicado por Grupo Biocentro
em

Como cuidar do vitiligo?

Uso de filtro solar

Muitos pacientes pensam que a exposição prolongada ao sol pode levar ao bronzeamento das áreas esbranquiçadas, o que é uma ideia totalmente errada.

Ao se expor aos raios solares, as áreas de vitiligo tem maior facilidade em queimar, e consequentemente, podem resultar em vermelhidão e bolhas.

Pensando nisso, os pacientes devem sempre utilizar filtro solar, não apenas no rosto, como também em todas as áreas do corpo que ficarão expostas a luz durante o dia.

Controle do estresse

Assim como nas demais doenças autoimunes, já se sabe que o estresse emocional também pode piorar o quadro do vitiligo. Embora ele não seja o único agente, pacientes queixam-se de aumento das lesões em momentos de tensão e ansiedade.

Para manter a mente equilibrada e prevenir-se de sintomas de ansiedade e/ou estresse, pode-se apostar nas seguintes medidas:

·        Adoção de hábitos saudáveis de vida;

·        Prática de atividades físicas;

·        Fuga de fatores estressores;

·        Priorização de momentos de lazer;

E, em situações especiais, busque um médico e/ou psicólogo, com o objetivo de tratar possíveis transtornos mentais – a exemplo da ansiedade e depressão.

Fototerapia

No primeiro tópico, ressaltamos a importância de utilizar o protetor solar, lembra?

Embora o sol em excesso possa ser prejudicial, existem alguns tratamentos que empregam a luz como forma de tratamento das lesões. Obviamente, esta é feita de maneira controlada, em câmaras específicas, e sob supervisão de um profissional.

Corticoides tópicos

As pomadas de corticoide são muito utilizadas por pacientes com vitiligo, e podem ter bons resultados. Mas, o uso deve ser feito apenas quando houver indicação médica, visto que tais remédios possuem alguns efeitos adversos, como atrofia da pele, estrias, espinhas, surgimento de vasos na pele, e muito mais.

Acompanhamento com dermatologista

O dermatologista é o médico especialista nos cuidados da pele, e deve sempre ser buscado para os cuidados do vitiligo.

Dentre os papéis deste profissional, pode-se destacar:

·        É o responsável pelo diagnóstico adequado;

·        Irá recomendar o melhor tratamento, e mudá-lo quando necessário;

·        Realizará acompanhamento;

·        Previne as exacerbações – isto é, as pioras do quadro;

·        É capacitado para responder todas as suas dúvidas sobre o assunto.

Portanto, busque um dermatologista de sua confiança!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Como cuidar do vitiligo?

Enviando Comentário Fechar :/