Ar condicionado faz mal? 4 cuidados para reduzir o impacto na saúde

No calor escaldante do verão, nada melhor do que chegar em casa e encontrar o ambiente geladinho. Se por um lado ficamos felizes com o clima de montanha, por outro questionamos se o ar-condicionado faz mal à saúde.

Publicado por Grupo Biocentro
em

Ar condicionado faz mal? 4 cuidados para reduzir o impacto na saúde

No calor escaldante do verão, nada melhor do que chegar em casa e encontrar o ambiente geladinho. Se por um lado ficamos felizes com o clima de montanha, por outro questionamos se o ar-condicionado faz mal à saúde.

Apesar de tornar a temperatura mais agradável, o ar-condicionado deixa o ambiente mais seco. Além disso, se não for corretamente higienizado, o aparelho acumula fungos e bactérias, contaminando o ar que é respirado.

A boa notícia é que, tomando alguns cuidados simples, é possível desfrutar do ambiente climatizado e conservar a saúde. Fique atento às nossas dicas e saiba mais sobre o assunto!

1. Mantenha a hidratação

O ressecamento da mucosa nasal é uma queixa constante de pessoas que passam muitas horas no ar-condicionado. Para amenizar esse sintoma, basta umedecer as narinas com soro fisiológico sempre que possível.

Beber água também é fundamental para manter a hidratação não apenas das vias respiratórias, mas do corpo todo. Para amenizar o desconforto durante a noite, deixe um copo com água na mesa de cabeceira.

Para devolver a umidade do ambiente, é possível usar alguns artifícios. Vale usar um aparelho umidificador ou manter uma bacia com água ou uma toalha molhada por perto.

2. Não abuse do frio

Entrar em um ambiente com ar-condicionado nos expõe a mudanças bruscas de temperatura. Por mais que o choque térmico traga uma alegria momentânea, o nosso corpo não vê a queda brusca de temperatura com bons olhos.

Ao entrar em um local frio, o organismo aciona um mecanismo de defesa que termina com espirros, nariz entupido e tosse. Por isso, fuja da tentação de ajustar o ar-condicionado no mínimo e mantenha a temperatura ambiente entre 22 e 25°C.

3. Limpe sempre o filtro do ar-condicionado

Um aparelho de ar-condicionado funcionando em perfeitas condições pode eliminar até 80% das partículas do ar. Nesse grupo entram os microrganismos e outros pequenos fragmentos que podem causar alergias respiratórias.

Entretanto, um filtro de ar mal conservado pode deixar a qualidade do ar interno pior do que o da rua. Investir na limpeza periódica do aparelho é importante para a saúde e para o bolso, uma vez que o consumo energético é menor quando o ar-condicionado está devidamente limpo.

4. Deixe o ambiente arejar com frequência

Por mais que pareça tentador ficar sempre em um lugar fresquinho, o uso de aparelhos climatizadores deixa o ar confinado e contribui para o acúmulo de vírus, que podem causar gripes e resfriados. Por isso é muito importante abrir as janelas e deixar que o ar do ambiente se renove.

Se forem tomados os devidos cuidados, o ar-condicionado não faz mal à saúde. Basta seguir essas dicas simples que apresentamos e curtir o frescor sem medo de ficar doente. Se ainda assim você tem questionamentos sobre o impacto desse aparelho na saúde, o médico otorrinolaringologista é o profissional mais indicado para esclarecer suas dúvidas.

Não se esqueça que esses cuidados também devem ser aplicados para o ar-condicionado do carro. Nos veículos, o filtro de ar deve ser trocado a cada 6 meses se você mora em cidades muito poluídas ou anualmente se você vive em locais mais rurais.

Você já sabe que o ar-condicionado faz mal apenas se nossas dicas não forem seguidas e faz de tudo para se prevenir das doenças respiratórias, certo? Se ainda assim a gripe lhe pegou, confira aqui 4 receitas caseiras e eficazes que ajudarão você a se livrar dos sintomas dessa doença tão comum e tão chata!

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Ar condicionado faz mal? 4 cuidados para reduzir o impacto na saúde

Enviando Comentário Fechar :/