A medicina nuclear e sua contribuição para a boa prática médica

Medicina Nuclear: pode parecer um nome estranho para uma especialidade médica, mas certamente você já teve ou terá contato com esse campo da moderna medicina, seja de forma direta ou através de alguma pessoa ligada a você. E o que vem a ser essa Medicina Nuclear? Trata-se de uma especialidade médica, uma das modalidades de diagnóstico por imagem em Medicina.

Publicado por Grupo Biocentro
em

A medicina nuclear e sua contribuição para a boa prática médica

Medicina Nuclear: pode parecer um nome estranho para uma especialidade médica, mas certamente você já teve ou terá contato com esse campo da moderna medicina, seja de forma direta ou através de alguma pessoa ligada a você. E o que vem a ser essa Medicina Nuclear? Trata-se de uma especialidade médica, uma das modalidades de diagnóstico por imagem em Medicina. Essa designação “nuclear’, que pode parecer num primeiro instante, um tanto esquisita, justifica-se pela utilização de substâncias químicas que emitem radiações a partir do núcleo dos seus átomos; é a partir dessas substâncias, dadas ao paciente em doses mínimas e sob rigoroso controle técnico, que obtemos as imagens que compreendem o estudo de um paciente por este método diagnóstico. Esses exames são chamados de cintilografias, cabendo ao seu médico, solicitar a cintilografia ou estudo cintilográfico, do órgão ou sistema orgânico que ele deseja estudar, utilizando-se da Medicina Nuclear.  

Aqui cabe uma explicação adicional, informando que a Medicina Nuclear não se presta apenas para o estudo do paciente em busca do diagnóstico que tanto precisamos definir, ou ainda da avaliação do estado de determinado paciente, mas é também uma especialidade em que temos vários procedimentos na área de tratamento, principalmente em algumas variedades de cânceres, nos quais podem ser conseguidos excelentes resultados com o uso adequado de substâncias radiativas, tendo como exemplo mais comum, o tratamento de determinados cânceres de tireóide, onde pode-se ter uma completa erradicação da doença, com absoluta volta do paciente à plena normalidade de vida, mesmo em casos avançados, onde possam já existir até mesmo manifestações à distância da tireóide, representadas por metástases ósseas e/ou pulmonares.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para A medicina nuclear e sua contribuição para a boa prática médica

Enviando Comentário Fechar :/